Informação

1  OBJECTIVOS DO CURSO

 1.1.      OBJECTIVO GERAL

O nível de Licenciado em Engenharia e Gestão Industrial na UEM tem como propósito a formação de Engenheiros e gestores de produção industrial com uma forte componente de implementação e operacionalização de projectos bem como da gestão e operacionalização de programas de manutenção – técnicos de nível universitário com uma sólida base científica, com conhecimentos abarcando a generalidade dos domínios tradicionais da Engenharia Mecânica e com preparação para um constante progresso e adaptação a imprevisíveis evoluções da ciência, da técnica e do meio sócio-económico.

 1.2.      OBJECTIVOS ESPECÍFICOS

 Para além do objectivo de formar graduados com habilidades de implementação e operacionalização de projectos bem como da gestão e operacionalização de programas de manutenção, constituem também objectivos importantes:

  • incentivar o espírito de pesquisa de métodos melhorados de gestão e produção de peças e elementos de máquinas, de tratamento dos metais e ligas, de transformação e utilização de energia, de produção e utilização de equipamentos térmicos que garantam o uso racional de recursos disponíveis com a preservação do meio ambiente; e
  • promover a educação permanente e a extensão cultural.

 2.         PERFIL DO GRADUADO

 

2.1.      PERFIL OCUPACIONAL

 O graduado em Engenharia e Gestão Industrial poderá exercer a sua profissão nos seguintes sectores de actividade:

  • entendimento do funcionamento dos mercados e da forma de interacção dos agentes económicos;
  • manutenção industrial e construções de máquinas;
  • formação de técnicos básicos e médios;
  • oficinas de meios circulantes (terrestres, aquáticos e aéreos);
  • indústria ligeira, metalúrgica e metalo-mecânica;
  • máquinas de elevação e transporte;
  • instalações de produção e aproveitamento de energia térmica e
  • refrigeração e climatização.

As actividades, funções e ocupações que poderão ser desempenhadas pelo graduado do 1º Ciclo do curso de Engenharia e Gestão Industrial, são as seguintes:

  • planificação e gestão da produção;
  • direcção técnica e fabril;
  • direcção de serviços auxiliares nas empresas e/ou organismos, tais como transportes, manutenção, armazenagem entre outras;
  • concepção de processos tecnológicos e operacionalização de projectos de implantação de sistemas de produção
  • controle da qualidade de peças;
  • optimização de processos tecnológicos, concepção e desenvolvimento de alternativas para utilização de energia;
  • gestão integrada dos modelos organizacionais;
  • gestão de empresa e formulação de estratégias competitivas e de desenvolvimento.
  • desenvolvimento das políticas de produção, "marketing" e logística.

 2.2.      PERFIL PROFISSIONAL

2.2.1.   DEVE CONHECER

 O Licenciado em Engenharia e Gestão Industrial deve conhecer:

  • os princípios da organização científica do trabalho;
  • a estrutura e o princípio de funcionamento dos elementos de máquinas;
  • os métodos de cálculo de resistência mecânica e ao desgaste dos elementos de máquinas sob acção de diferentes tipos de cargas;
  • as técnicas de produção e classificação dos metais e ligas, ferrosas e não ferrosas;
  • as regras e normas de Desenho de Máquinas;
  • a classificação, construção e aplicação das Máquinas-Ferramenta;
  • os princípios básicos de funcionamento de aparelhos e dispositivos electrónicos;
  • a problemática da protecção, segurança e higiene no trabalho e meio ambiente;
  • os métodos de medição e de controle de vários parâmetros tecnológicos;
  • os princípios da mecanização e automatização dos processos de produção industrial;
  • a documentação técnica para a elaboração e avaliação de projectos;
  • o desenvolvimento actual dos vários métodos de produção;
  • os aparelhos e métodos para o controle de qualidade de peças e elementos de máquinas;
  • a organização, planificação e controle de qualidade na indústria;
  • a viabilidade dos métodos de recuperação de peças e reparação de máquinas;
  • a estrutura e princípio de funcionamento das instalações termotécnicas;
  • o tratamento térmico, mecânico e termoquímico de metais e suas ligas;
  • os métodos de produção de energia;
  • os métodos de medição e de controle dos parâmetros termotécnicos;
  • a classificação, construção e aplicação dos dispositivos termotécnicos;
  • os recentes avanços na ciência e na técnica;
  • os planos nacionais de desenvolvimento económico, social e cultural (índices nacionais de produção industrial, etc.) e
  • a influência dos diferentes métodos de elaboração dos metais e ligas sobre a estrutura interna e as suas propriedades.

 2.2.2.   DEVE SABER

 O Licenciado em Engenharia e Gestão Industrial deve saber:

  • gerir recursos humanos, manutenção e stocks em ambientes cada vez mais exigentes colocados pelos recentes desenvolvimentos tecnológicos e sociais;
  • seleccionar os materiais de construção e aplicar os métodos de determinação das propriedades mecânicas;
  • fazer o tratamento térmico de diversas ligas metálicas para fins bem determinados;
  • construir modelos de cálculo e realizar os seus tratamentos físico-matemáticos para a simulação de máquinas e de outros processos e fenómenos ligados á especialidade;
  • determinar tensões térmicas e mecânicas, e as consequentes deformações nos elementos de máquinas e instalações industriais;
  • fazer a análise estrutural, cinemática e dinâmica dos mecanismos;
  • elaborar os projectos de fabricação de peças brutas e acabadas pelos métodos de fundição, enformação sob pressão e soldadura e tratamento mecânico (usinagem);
  • distinguir as particularidades, os aspectos económicos e escolher a maquinaria a ser utilizada em cada um dos métodos de fabricação;
  • operacionalizar projectos de instalações térmicas;
  • aplicar as leis fundamentais da mecânica dos fluidos e os métodos da sua aplicação na construção de máquinas e sistemas hidráulicos;
  • aplicar os princípios de organização dos serviços de apoio nas indústrias do ramo, tais como a manutenção, os transportes e armazenagem;
  • fazer a avaliação e análise económica dos projectos de sistemas de produção;
  • medir os principais parâmetros dos processos tecnológicos e termotécnicos, assim como os princípios de funcionamento dos instrumentos de medição utilizados e
  • aplicar os princípios de higiene e segurança nos locais de trabalho.

 2.2.3    DEVE SABER FAZER

 O Licenciado em Engenharia e Gestão Industrial deve ser capaz de:

  • avaliar e analisar os projectos de investimentos;
  • utilizar os meios disponíveis da informação científica;
  • fazer a macro e micro análise das ligas metálicas e doutros materiais de construção;
  • escolher regimes óptimos de tratamento térmico de ligas;
  • elaborar desenhos de peças e de conjuntos;
  • resolver problemas de estática e dinâmica ligados aos diversos sistemas mecânicos (estruturas de construção, mecanismos, veículos, etc.) aplicando as leis e teorias gerais da mecânica;
  • fazer a análise estrutural, cinemática e dinâmica dos mecanismos e máquinas e a síntese de mecanismos;
  • calcular e projectar uniões, transmissões mecânicas, veios, rolamentos, chumaceiras e outros elementos de máquinas;
  • elaborar projectos mecânicos incluindo os respectivos cálculos e especificações;
  • executar trabalhos de serralharia, soldadura, fundição e usinagem;
  • calcular a eficiência de aproveitamento do calor nas máquinas térmicas;
  • aplicar meios e mecanismos óptimos nos processos tecnológicos, controle, transporte, manutenção e armazenagem;
  • preparar e realizar processos tecnológicos e termotécnicos utilizando técnicas clássicas e modernas;
  • planificar e gerir a produção;
  • reestruturar empresas, oficinas e instalações térmicas;
  • determinar parâmetros característicos dos processos tecnológicos e termotécnicos, bem como os regimes de funcionamento;
  • preparar documentos tecnológicos sobre a produção de peças;
  • elaborar projectos de construção de equipamento de deslocamento de carga;
  • preparar processos de usinagem (calcular sobrespessuras, regimes de tratamento e projectar dispositivos para o tratamento mecânico de peças);
  • fazer análise do funcionamento dos dispositivos termotécnicos e
  • escolher regimes óptimos de funcionamento de máquinas térmicas.

Ver os comentários (7) sobre este curso.

Pré-inscrição/Manifestação de Interesse

A pré-inscrição é uma manifestação de interesse perante este curso. Os serviços acedémicos da instituição, caso o seu perfil esteja de acordo com os requisitos, entrarão em contacto consigo para dar seguimento à sua inscrição.

Indique qual a escola que frequentou, com que média terminou, se possui condições económicas entre outros dados que considere importantes para a primeira avaliação do seu perfil.

CONDIÇÕES:
a) MZFormativa não se responsabiliza por eventuais falhas na distribuição das fichas de pré-inscrição às respectivas instituições de ensino.
b) Os dados introduzidos pelos candidatos são da exclusiva responsabilidade dos mesmos.
c) O procedimento de pré-inscrição é um acto de manifestação de interesse do futuro candidato, pelo que deve ser o mesmo a garantir, por outros meios, que este procedimento foi realizado com êxito.

Informação

Documentos Necessários

Depois de efectuada a pré-inscrição deverá preparar a seguinte documentação (que pode variar de instituição para instituição e de grau académico para grau académico):

  • Original e cópia do certificado de habilitações com notas discriminadas do grau de ensino imediatamente inferior ao que se prentede candidatar.
  • Original e cópia do documento de identificação (B.I, passaporte ou cartão de residente).
  • Declaração de serviço, para os candidatos trabalhadores. Documento militar ou policial, caso seja militar ou polícia.
  • Atestado de situação militar regularizada para os candidatos masculinos em idade militar.
  • Três fotografias tipo-passe recentes.
  • Comprovativo do pagamento bancário da inscrição.

Deixe um Comentário

Deixe aqui o teu comentário ou a pergunta sobre o tópico para ajudar a comunidade ou para que a comunidade o ajude a si

Comentários

©2021 ASGLOBAL / Angola Formativa // Viana - Luanda - Angola | Webdesign AngolaBYDAS

Voltar ao Inicio

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento

ciências

gestão

produção

máquinas

angola

métodos

universidade

mestrado

licenciatura

doutoramento