Teoria do Fluxo de Massa

Ulf Hannerz

Este artigo pretende situar o lugar ocu- pado pelos estudos sobre a globalização na história das idéias antropológicas, partindo do pressuposto que as interconexões culturais nunca estiveram ausentes das preocupações da antropologia, ainda que tratadas sob

Este artigo pretende situar o lugar ocu- pado pelos estudos sobre a globalização na história das idéias antropológicas, partindo do pressuposto que as interconexões culturais nunca estiveram ausentes das preocupações da antropologia, ainda que tratadas sob os mais diversos modelos conceituais. Com esse objetivo, realiza uma investigação da genealogia do vocabulário utilizado pela antropologia transna- cional, desvendando os sentidos e usos de trêspalavras-chave – fluxos, fronteiras e híbridos – tanto no interior da antropologia quanto num contexto interdisciplinar mais amplo. Através dos múltiplos diálogos que estabelece – com os difusionistas, com os teóricos da aculturação, com as atuais correntes multiculturalistas, entre outros, o texto aponta para a dimensão reflexiva que a relação, ao mesmo tempo problemática e enriquecedora, entre conceitos acadêmicos e nativos vem imprimindo à antropologia, particularmente através dos estudos sobre a globalização

Fonte: http://www.scielo.br/


DESCARREGAR (PDF)

Deixe um Comentário

Deixe aqui o teu comentário ou a pergunta sobre o tópico para ajudar a comunidade ou para que a comunidade o ajude a si

Indique os 5 números apresentados na imagem abaixo.

security code

Comentários

A carregar os comentários...

©2019 ASGLOBAL // Matola - Maputo - Moçambique | Webdesign MoçambiqueBYDAS

Voltar ao Inicio