O Pastor Amoroso

Alberto Caeiro (Heterónimo de Fernando Pessoa)

Quando eu não te tinha. Amava a Natureza como um monge calmo a Cristo... Agora amo a Natureza Como um monge calmo à Virgem Maria, Religiosamente, a meu modo, como dantes, Mas de outra maneira mais (...)

Quando eu não te tinha 4


Está alta no céu a lua e é primavera 5


Agora que sinto amor 6


Todos os dias agora acordo com alegria e pena 7


O amor é uma companhia 8


Passei toda a noite, sem saber dormir, vendo sem espaço a figura dela 9


Talvez quem vê bem não sirva para sentir 10


O pastor amoroso perdeu o cajado 11

Fonte: Pensamentos Nómadas


DESCARREGAR (PDF)

Deixe um Comentário

Deixe aqui o teu comentário ou a pergunta sobre o tópico para ajudar a comunidade ou para que a comunidade o ajude a si

Indique os 5 números apresentados na imagem abaixo.

security code

Comentários

A carregar os comentários...

©2019 ASGLOBAL // Matola - Maputo - Moçambique | Webdesign MoçambiqueBYDAS

Voltar ao Inicio